Google+

14 de set de 2013

8 dicas para organizar a bagunça

Existem certos ambientes que sempre ficam desorganizados do mesmo jeito. Isso significa que a disposição dos móveis não foi adequada às atividades que nele se exercem. Vamos às dicas:

1. O que normalmente gera a bagunça é aquilo cuja armazenagem está longe do local de uso. Aproxime-os. 

Se o copo é sempre posto no chão ao lado do sofá, é porque faltou uma mesinha de apoio - próxima e  com espaço disponível.

Ver fonte

"Opa, mas isso não é uma mesa!" Exatamente, vamos à segunda dica!

2. Não se limite ao móvel que você acha que deveria ter para resolver a organização, seja criativo.

Uma cadeira pode ser a sua mesinha de cabeceira. (fonte)
3. Deixe o que é menos usado nos lugares de acesso mais difícil e que é mais usado sempre à mão.


4. O que é normalmente empilhado está pedindo uma estante. 

Não é preciso se comprometer com um projeto fixo de estante sob a escada, o vão pode ser aproveitado com módulos (fonte)

5. Para grandes objetos difíceis de arrumar, providencie armários ou gavetões. Por falar nisso, gavetas são sempre bem vindas em qualquer móvel.
O banco de janela com gavetas é uma ótima opção para um cantinho gostoso com mais espaço de armazenagem (fonte)

6. Quando pequenas coisas tendem a não permanecer arrumadas, use uma ou outra caixinha,  um ou outro cestos. Não exagere para não criar outro tipo de bagunça.

Ver fonte



7. Aproveite móveis com baús, como pufes, ou baús propriamente ditos.  Os eles são ótimos para guardar na hora de dormir as almofadas que ficam sobre a cama durante o dia. Também servem para guardar uma mantinha usada no canto da leitura. A opção de cama com baú também ganha muito espaço de armazenagem, mas deixe sob ela roupas de cama e artigos relacionados para não criar um tráfego indesejado no seu quarto.



8. Não resolva todos os problemas de armazenagem com a mesma solução. Em especial, não transforme sua casa em uma coleção de armários.

Com capricho, você pode deixar exposto alguns itens de maior acesso. Para isso use ganchos e prateleiras (fonte).

Em resumo, pense na relação entre as atividades que você desenvolve no ambiente e a melhor disposição de móveis de apoio. No quarto abaixo, temos um exemplo impecável de arrumação, com criado-mudo ao lado da cama onde fica a luminária para leitura, nichos para os objetos a serem expostos, um armário com bastantes gavetas para itens a serem escondidos. Por fim, um baú aos pés da cama onde poderão ficar as almofadas de enfeite na hora de repousar.
Ver fonte
Érica Marina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...