Google+

14 de out de 2013

Piso com o conforto e a padronagem da madeira

# Especial de pisos (parte 1)


As madeiras têm uma linguagem própria e se caracterizam por reter o calor.

Ver fonte


É muito indicada para dormitórios, onde se pode pisar no chão ao acordar com mais conforto do que nos pisos frios tradicionais.

Imagem: Casa e Jardim

Há algum tempo, era obrigatório (por falta de opção) usar as tradicionais madeiras como jatobá, ipê e peroba para se fazer assoalhos. Mas essas são opções caras e pouco recomendadas entre outras opções mais ecológicas que temos hoje em dia. Além disso, essas madeiras têm grande sensibilidade à água. 

Assoalho de madeira.
Ver fonte
Esse tipo de uso de piso aéreo de madeira ainda é frequente em decks para uso em áreas externas. Mas, a partir da conscientização ecológica, pode-se utilizar de madeira de reflorestamento

Ver fonte


Outra alternativa é um novo material, a "ecomadeira" (site da fabricante), "um produto ecologicamente correto e sustentável composto de 70% de resíduos plásticos industriais e domésticos e 30% de resíduos de fibras naturais como casca de arroz, casca de coco, raspa de couro, juta, dentre muitos outros".

Ver fonte

Já para a área interna, são disponibilizadas várias opções com manutenção mais simples que os antigos assoalhos e com melhor apelo ecológico. 

- Parquet: o antigo "taco", formado pela união de diversas plaquetas de madeira, com encaixe macho e fêmea, compondo mosaicos de diversas formas:



Provavelmente foi uma das primeiras opções de uso da madeira um pouco mais ecológicas, pois era possível o uso de  praticamente toda a madeira já que eram necessários pequenos pedaços. Hoje em dia este estilo "vintage" para piso tem sido revisitado.


- Madeira de demolição: reaproveitada de assoalhos de madeira em construções antigas. É uma boa opção de reaproveitamento do material e fica muito estilosa:

Ver fonte



- Carpete de madeira:  folha de madeira natural, bastante fina, colada e prensada a uma base de madeira processada, como compensado, aglomerado, mdf ou similares. Geralmente o carpete de madeira é bem mais fino do que os pisos de madeira maciça.

Carpete de madeira ou piso laminado

- Laminado de madeira: a diferença com relação ao carpete  diz respeito ao revestimento final, a superfície em que o usuário pisa. Enquanto no carpete de madeira o acabamento é em folha de madeira, o laminado é revestido de algo chamado laminado melamínico (ou fenólico): a fórmica.

Tanto para laminados quanto para carpetes, existe a opção de encaixe com ou sem cola, dependendo do material comprado junto ao fornecedor. A vantagem é a fácil manutenção e limpeza, bastando um pano úmido. Só não se pode usar produtos de limpeza abrasivos ou "multiuso".

Ver fonte

- Laminado de PVC ou piso vinílico: além da possibilidade de muitas estampas e cores diferentes, o piso vinílico também têm padronagens imitando a madeira, igualmente de fácil instalação, manutenção e limpeza e ausência de barulhos. Este tem o mesmo tipo de vantagens que o tradicional laminado e o carpete de madeira, com o acréscimo de que é mais leve e mais resistente e é bem mais econômico.

Folhas de piso vinílico

Piso vinílico em manta.
Ver fonte

Ver fonte


Érica Marina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...