Google+

4 de jan de 2016

Como decorar com piano?

Houzz
Além de ser instrumento musical, o piano deve ser tratado como uma peça de mobília, que de fato também é, como as demais da casa, sendo integrado na decoração.
Ele deve ser disposto no layout do ambiente (normalmente, a sala) de maneira funcional, sempre com a banqueta disponível, facilitando seu uso quando necessário.
Essas peças devem ser incluídas na decoração como um todo, combinando estilo, permitindo arranjos. E por mais que o piano seja clássico, você não precisa se limitar apenas a esse estilo de decoração.

Houzz
Não devemos esquecer de tratar o aspecto estético: um piano bonito e uma banqueta charmosa valorizam o conjunto. Veja que linda essa composição para um piano de calda: a estampa na banqueta dá um charme, assim como o vasinho de flores, possível caso a tampa fique aberta. Observe que a composição de quadros, o abajur e as demais peças de mobiliário harmonizam o espaço do piano.

Não deixe seu piano de castigo esquecido em um canto! A não ser que seja um canto para lá de especial, com uma arquitetura maravilhosa, janelas francesas, boiseries, teto de caixotão trabalhado e arandelas lindas. Bom, aí não precisa se esforçar! rsrsrs




Mas falando sério, não deixe o piano isolado do layout do espaço em que se encontra, como acontece na imagem abaixo. Não é só isso que me incomoda na decoração abaixo, mas veja como a disposição poderia ser bem melhor se as cadeiras não estivessem dando as costas para o piano, mas sim para o observador da imagem. Seria bem mais aconchegante.


Se o piano de calda for grande, ele há de requerer um espaço amplo, é claro. Então pode ser mais reservado, como na imagem abaixo. Dessa forma não há conflito, pois é nítido que o piano ocupa seu espaço  (também decorado!), diferente daquele delimitado pelo tapete onde estão as poltronas.

Sob um belo lustre e ladeado por uma escadaria, esse aqui ficou majestoso:
Belo aproveitamento do espaço, hein?

Agora quando o piano for vertical, já fica mais fácil encaixá-lo na decoração e ele fica muito bem na composição com uma estante:
Houzz
Se tiver dificuldade para decorar com um piano vertical, pense nelo como um aparador: cabem enfeites apoiando e composição de quadros ou espelho sobre ele. Fica bem no hall de entrada se houver espaço para se sentar sem interromper a passagem.
Mais fotos pra inspirar:
Como vemos, é preciso adicionar um toque de elegância para inserir o piano no ambiente, mas ele acompanha a todos os estilos!

Gostou das dicas? Precisando de uma ajuda, estou à disposição!

Érica Marina

4 comentários:

  1. Cara Marina,
    andei pela Net à procura de ideias para resolver o meu problema... E encontrei este seu blog, deveras interessante.
    Será que pode ajudar-me com alguma sugestão?
    O meu problema é o seguinte.
    Acabamos de mudar de casa, para uma vivenda campestre muito charmosa e com um belíssimo jardim.
    A sala é bem proporcionada, rectangular, com 7,5m X 4m.
    Nesta sala, tenho de incluir zona de jantar e zona de estar/ver TV.
    MAS...

    Tenho um piano vertical que uso com regularidade
    Tenho uma mesa de jantar bastante grande (para 8 - 10 pessoas) oval de que não quero desfazer-me (é herança histórica, preciosidade de família!)

    Não tenho parede para encostar o piano - 3 das paredes têm janelas/portadas verticais (do chão ao tecto) sobre o jardim. A 4ª parede tem duas portas que dão para o interior da casa.

    Que faço??

    (Lembrei-me de colocar o piano perpendicularmente a uma das paredes, como "divisor de ambientes". Mas nunca vi essa possibilidade em lado nenhum).

    Alguma ideia?? Poderá ajudar-me?

    Desde já, obrigada do coração...




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Maria do Porto!

      Realmente um piano vertical sem parede a apoiar é um problema! Eu não colocaria atravancando nenhuma das portas, com certeza. A ideia de usar o piano como divisor dos ambientes é um bom começo... Mas eu usaria uma parede (ou meia parede) ou um móvel sob encomenda que pudesse resguardar as costas do piano, já que ela ficaria aparente sem isso. Não sei exatamente de que tipo, pois não conheço o estilo e a distribuição atual da sala. Se quiser mais orientações, por gentileza entre em contato comigo, para que eu possa lhe responder mais adequadamente.

      Espero ter ajudado!

      Atenciosamente,

      Excluir
    2. Muito obrigada pela resposta, Érica!
      Neste momento a sala não tem distribuição nenhuma. Ainda estamos na fase de "montar" os quartos. A ideia de criar um móvel tipo meia parede/estante já me passou pela cabeça. Mas... corta muito o espaço! Uma das belezas da sala é a sensação de amplitude, dada pelo contínuo das tábuas do chão (uma madeira lindíssima!), pelo branco das paredes e pelas janelas...
      Estamos a apostar num estilo que mistura tendências (rústico, cottage, clássico inglês...) porque a situação geográfica da casa (num ponto alto com vista para zonas rurais); os jardins em redor e a própria arquitectura assim pedem.
      Obrigada pela sua disponibilidade. Vou tentar fazer um esboço... Dá para anexar imagens, aqui no seu blog?

      Cumprimentos sinceros (e parabéns pelo seu bom gosto. Estou a gostar muito do seu trabalho/blog...)

      Excluir
    3. Meu e-mail é ericamarina.design@gmail.com

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...